Orientações às empresas interessadas


O processo de contratação de jovens aprendizes obedece às seguintes condições básicas:

1. Do contrato:
a. A empresa deverá entrar em contato com a Coordenação de Assistência e Desenvolvimento Social da AJJA, que prestará todas as informações pertinentes, inclusive sobre as formas de contratação - direta ou indireta;
b. A Coordenação de Assistência e Desenvolvimento Social disponibilizará para a empresa a minuta do contrato correspondente à forma de contratação escolhida, para análise e aprovação;
c. Aprovados os termos, o contrato é emitido em três vias para assinaturas, após o que o Aprendiz é colocado à disposição da empresa.

2. Da parceria:
a. A AJJA se compromete a ministrar, previamente, o treinamento básico de caráter genérico, que capacita o aprendiz para o exercício de funções na área administrativa;
b. A empresa interessada na contratação do jovem, na condição de aprendiz, poderá optar por aprendiz do sexo masculino ou feminino, respeitada a ordem de classificação por mérito adotada no treinamento;
c. O contrato de trabalho do jovem aprendiz poderá ser firmado pela AJJA (contrato direto) ou pela empresa (contrato indireto), de acordo com a opção manifestada pela empresa.

3. Do acompanhamento:
a. Compete à Coordenação de Assistência e Desenvolvimento Social da AJJA fazer o acompanhamento do aprendiz contratado, visando o atendimento dos dispositivos legais, através de mecanismos desenvolvidos de comum acordo com a empresa contratante, tais como:
i. Reuniões mensais com os aprendizes contratados;
ii. Formulários de avaliação de desempenho;
iii. Relatórios de assiduidade e frequência escolar;
iv. Relatórios de acompanhamento familiar.

4. Da duração do contrato:
a. O contrato de trabalho terá duração de dois anos ou até que o jovem complete dezoito anos, o que ocorrer primeiro;
b. O contrato poderá ser rescindido antes deste prazo, nos seguintes casos:
i. A pedido do jovem aprendiz;
ii. Desempenho insuficiente e/ou inadaptação do aprendiz;
iii. Falta disciplinar grave;
iv. Ausência injustificada à escola que implique perda do ano letivo.

5. Disposições Finais:
a. O contrato de trabalho terá duração no máximo de 2 anos;
b. Caberá a empresa notificar à AJJA, por escrito, todo e qualquer caso de descumprimento às regras, bem como, outros que julgar necessários para o pleno desenvolvimento do aprendiz;
c. Aos jovens aprendizes são garantidos todos os direitos trabalhistas, tais como: registro em carteira profissional, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, férias e décimo terceiro salário.

Para obter informações detalhadas sobre a contratação de nossos jovens aprendizes, recomendamos que a empresa entre em contato com a assistente social da AJJA, por telefone ou pessoalmente.

 
© 2009 - Associação Jaguariunense de Jovens Aprendizes   Produção: Altius